SP – Piracaia

Voltando a Piracaia…

Estava tudo certo para um belo passeio de moto, tinha tudo para dar certo, bom tempo e tudo mais, mas como dizem quando algo tem que dar errado, dará errado, no ultimo instante recebo um recado do meu grande amigo Cele informando que houve um problema na empresa que impossibilitaria a sua ida.

Com faxineira em casa não tinha outro jeito senão sair e resolvemos fazer o passeio assim mesmo, mas desta vez levamos nossos “nanicos” e acabou sendo um Sábado bastante divertido.

Este foi o nosso primeiro registro da visita à Piracaia…

Uma Segunda-feira de Carnaval para quem não curti este tipo de agito é um dia complicado para se achar um programa alternativo, com isto em mente procuramos um local que não ficasse muito distante de São Paulo e ao mesmo tempo propicia-se algumas horas de distração e se possível curtir um bom almoço.

Resolvemos então conhecer a pequena Piracaia por uma rota alternativa e conhecer a escadaria do Santo Cruzeiro com seus 590 degraus. Aí eu e minha esposa discordamos em alguns pontos, a rota alternativa, sinuosa e asfalto mal conservado é divertimento garantido para quem gosta de pilotar por este tipo de estrada, no entanto é um trajeto que o garupa sofre mais devido às irregularidades do asfalto, sugiro àqueles que gostam de bom asfalto que sigam o segundo trajeto sugerido abaixo, para ter acesso a ele basta seguir pela Fernão Dias e entrar para a Rod D. Pedro I, seguindo até encontrar a indicação para Piracaia.

Fica a dica para aqueles que desejarem subir a escadaria do Santo Cruzeiro : se entrarem pelo portal principal da cidade, contornem a primeira rotatória, pegando a 3ª saída à direita e novamente pegue a 1ª à direita, esta parte do percurso é bem sinalizado, pode seguir as indicações sem problemas, logo que passar a ponte entre novamente à direita como indicado, siga em frente, um pouco mais à diante encontra uma grande área aberta de um estacionamento à sua esquerda, você chegou.. exatamente ai não há indicação.

Piracaia é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 23º03’14” sul e a uma longitude 46º21’29” oeste, estando a uma altitude de 792 metros. Sua população estimada em 2007 era de 22 335 habitantes. Seu nome é de origem tupi e significa “peixe queimado”, através da junção de pirá (“peixe”) e kaîa (“queimado”).

Uma das atrações mais admiradas de Piracaia é o seu morador Maylson Yoshihito Sudo (Nakõbi), dono de uma escola de dança que atrai pessoas do mundo inteiro, que se interessam pelo estilo de dança do garoto Maylson, poucos obtiveram sucesso ao tentar aprender os passos realizados por Maylson, no entanto, os discípulos que aprenderam a técnica milenar de Maylson são artistas que seguiram carreira na Broadway, Cirque Du Soleil, entre outros. A dança Nakõbiana se assemelha aos movimentos realizados no filme Matrix, tanto que Keanu Reeves foi um dos melhores discípulos de Maylson, e só conseguiu o papel principal do filme porque seu mestre não quis o trabalho e repassou para o homem que se tornaria depois, um dos maiores artistas de Hollywood. Graças a Keanu Reeves, a escola de dança de estilo Nakõbiana ganhou vários adeptos desde então, sendo um dos maiores orgulhos que a cidade de Piracaia ja teve. Considerado um deus em sua região, Maylson criou a religião Sudista que vem crescendo muito, perdendo apenas para o Islamismo.


Piracaia

[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2954.jpg]1860
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2955.jpg]1880
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2956.jpg]1680
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2957.jpg]1530
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2958.jpg]1560
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2959.jpg]1540
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2960.jpg]1440
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2961.jpg]1290
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2962.jpg]1200
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2963.jpg]1250
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2964.jpg]1290
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2965.jpg]1280
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2966.jpg]1190
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2967.jpg]1160
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2968.jpg]1120
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2969.jpg]1060
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2970.jpg]1060
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2971.jpg]1070
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2972.jpg]1070
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/piracaia/thumbs/thumbs_dscf2973.jpg]1080

Tecle no botão FS para visualizar em tela cheia.


Paradas para descanso
A distancia é curta e não há muita necessidade de paradas intermediárias, mas há a opção para um bom café da manhã no Posto Graal da Rod. Fernão Dias.


Trajeto

Opção 1 : Trajeto por estrada vicinal mal conservada

Opção 2 : Trajeto via Rod. D. Pedro I

Sugestão de Retorno


Situação das estradas
Rod. Fernão Dias, as motos pagam pedágio, conservação regular, tráfego intenso
Rod. D. Pedro, da Fernão Dias até a entrada para Piracaia não há pedágios e está bem conservada
SP-036 – sem pedágios, pista simples com tráfego de caminhões, mas bem conservada
Se optarem pelo trajeto mais longo pegarão a SP-063, pista simples, sinuosa e mal conservada.


Onde comer
Foi realmente uma surpresa encontrar um restaurante que serviu uma excelente truta que comemos acompanhadas de uma salada e sucos e ainda por cima pagar mais barato do que qualquer fastfood em São Paulo. Nos serviram, truta com maracujá e com amêndoas para a minha esposa, duas excelentes pedidas, mas acredito que seria assim com qualquer outra das opções do cardápio. Não se importem com o serviço displicente e o local simples, curta bons momentos de conversa e aproveite os bons pratos.


Comments are closed