SP – Paraibuna

Pequena e quase esquecida, Paraibuna, mais lembrada pela famosa “Bananinha”, é uma boa alternativa para um passeio de final de semana.

Aproveite para ir algumas vezes, afinal são somente 125 kms de São Paulo, experimente um café da manhã na Fazenda da Comadre, pode ser uma boa opção para almoço, dois enormes fogões à lenha mantém aquecidos uma grande variedade da culinária mineira.

Para os apreciadores da comida regional e ambientes simples a pedida é provar o afogado, um delicioso refogado de músculo bovino, mocotó e temperos, cozido até o ponto de desfazer, acompanhado de farinha de mandioca e arroz branco, um prato simples, extremamente saboroso e barato, neste caso aconselho que se dirijam à praça da Igreja matriz, ali encontrará o restaurante O Casarão, não se impressionem com a simplicidade do lugar que mais parece uma antiga mercearia e apreciem um bom almoço com um suco de açaí.

Aproveite para uma caminhada pelo centrinho e passe da lojinha Sabores da Terra onde, entre várias opções, terá a oportunidade de comprar as “bananinhas” por quase metade do preço encontrado em São Paulo.


Ponto de Encontro
Posto BR km 30 – Rod. Airton Senna

Paradas para descanso
Frango Assado – Rod. Carvalho Pinto km 125

Restaurante
Restaurante Fazenda da Comadre
Decoração rústica de fazenda, lembra a cozinha mineira com enormes fogões a lenha, espaçoso, pratos bem preparados, serviço atencioso mesmo com o maior fluxo de frequeses.

Buffet self-service a preço fixo, tanto no café da manhã quanto no almoço onde você se serve diretamente no fogão, por este motivo alguns pratos devem ser escolhidos com cuidado pois carnes podem estar mais secas do que o desejado e as frituras passam do ponto, mesmo assim é garantida uma boa refeição.

Um dos pontos negativos é a pouca ventilação que não é um problema nos dias mais amenos, mas em dias mais quentes pode ser incomodo.

Possui alguns atrativos locais, como a mini-fazenda com passeio de poneis para as crianças e o local é muito agradável.


Situação das estradas

Vá para o posto BR da Airton Senna ( logo após o posto de pesagem ) saindo de São Paulo pela marginal do Tiête, lembre-se que é proibido o tráfego de moto pela via expressa até atingir a altura da Ponte do Tatuapé.

De lá siga sempre pela Airton Senna/Carvalho Pinto, onde é cobrado pedágio de moto, mas possui cabines exclusivas para motocicletas, embora algumas estejam fechadas, é a única rodovia que mostra um certo respeito pelos usuários de motos com esta medida simples, mas eficiente.

Logo após o Posto BR km 125 ( Frango Assado ) encontrará o acesso à Rod. dos Tamoios, embora conhecida como “estrada modelo” tem trechos mal-conservados, a faixa auxiliar é estreita e alguns motoristas costumam utiliza-la em velocidade inadequada, nas ultimas vezes que a utilizamos está pouco policiada e até a “Fazenda” só há um radar fixo.

Para chegar ao Restaurante Fazenda da Comadre, passe pelo acesso à Paraibuna e em alguns kilometros já verá incidicação do local.

Atenção ao retornar, pois a saída do restaurante fica próxima a 2 curvas e os carros costumam passar com boa velocidade e cruizar a pista deve ser feito rapidamente e com muito cuidado. Tendo tempo aproveite e entre na cidade, siga em direção à rodoviária, pegue a rua da mesma e dobre à esquerda onde está a loja Sabores da Terra, onde achará as “bananinhas”.

Caso sua opção seja um almoço típico com o afogado, você deve seguir em direção à Igreja da Matriz, estacione por ali mesmo e desfrute O Casarão.

Comments are closed