DF – Brasília

Brasília é a capital federal da República Federativa do Brasil e sede de governo do Distrito Federal, sendo a quarta cidade brasileira mais populosa. No censo demográfico realizado pelo IBGE em 2010, sua população é de 2.562.963 de habitantes.

Brasília também possui o segundo maior PIB per capita do Brasil (40.696,00 reais) entre as capitais, superada apenas por Vitória (60.592,00 reais). Junto com Anápolis (139 km) e Goiânia (209 km), faz do eixo Goiânia-Anápolis-Brasília a região mais desenvolvida do Centro-Oeste brasileiro.

Inaugurada em 21 de abril de 1960, pelo então presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, Brasília é a terceira capital do Brasil, após Salvador e Rio de Janeiro. A transferência dos principais órgãos da administração federal para a nova capital foi progressiva, com a mudança das sedes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário federais.

O plano urbanístico da capital, conhecido como “Plano Piloto”, foi elaborado pelo urbanista Lúcio Costa, que, aproveitando o relevo da região, o adequou ao projeto do lago Paranoá, concebido em 1893 pela Missão Cruls. O lago armazena 600 milhões de metros cúbicos de água. Muitas das construções da Capital Federal foram projetadas pelo renomado arquiteto Oscar Niemeyer.

Bom, este é o resumo do Wikipédia, mas não é capaz de traduzir a beleza desta cidade. Embora cercada de contrastes o que primeiro chama a atenção é que tudo é monumental e feito para impressionar quem passa por suas ruas.

Embora esta viagem tivesse um objetivo específico que era comemorar o nascimento do primogênito de um grande amigo, conseguimos transformar este evento em uma deliciosa aventura, que estreitou amizades e para alguns foi uma prova de superação.

Foram mais de 1.000 kms por dia por estradas excelentes, mesmo o trecho em obras surpreendeu pelo ritmo empreendido, onde sem stress, várias paradas para descanso e velocidade dentro dos limites de segurança permitiram vencer esta distancia em 14 horas na ida e 12 horas no retorno, quebrando o paradigma que viagens acima de 1.000 kms/dia são stressantes e cansativas, chegamos bem e com disposição a uma caminhada pela cidade, após um banho revitalizador.


Brasilia

[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2055.jpg]390
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2056.jpg]440
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2057.jpg]320
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2060.jpg]340
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2061.jpg]370
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2062.jpg]420
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2063.jpg]330
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2065.jpg]320
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2066.jpg]330
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2067.jpg]300
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2068.jpg]340
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2069.jpg]380
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2070.jpg]320
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2071.jpg]310
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2072.jpg]340
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2073.jpg]340
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2074.jpg]320
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2075.jpg]340
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2077.jpg]310
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2078.jpg]290
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2080.jpg]280
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2082.jpg]390
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2083.jpg]380
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2084.jpg]360
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2085.jpg]310
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2087.jpg]270
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2088.jpg]270
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2089.jpg]270
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2090.jpg]320
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2091.jpg]300
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2092.jpg]250
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2093.jpg]210
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2094.jpg]220
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2095.jpg]280
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2096.jpg]220
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2097.jpg]210
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2098.jpg]250
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2099.jpg]220
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2100.jpg]200
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2101.jpg]220
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2102.jpg]180
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2104.jpg]160
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2105.jpg]190
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2106.jpg]170
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2107.jpg]170
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2108.jpg]160
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2109.jpg]160
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2110.jpg]160
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2111.jpg]140
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2112.jpg]140
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2113.jpg]150
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2114.jpg]150
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2115.jpg]130
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2116.jpg]110
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2117.jpg]90
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2118.jpg]90
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2119.jpg]80
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2120.jpg]80
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2121.jpg]100
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2122.jpg]120
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2123.jpg]110
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2124.jpg]110
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2126.jpg]110
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2127.jpg]100
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2128.jpg]80
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2129.jpg]90
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2130.jpg]90
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2131.jpg]90
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2132.jpg]90
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2133.jpg]90
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2134.jpg]80
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2135.jpg]70
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2136.jpg]60
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2137.jpg]60
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2138.jpg]60
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2139.jpg]60
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2140.jpg]60
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2141.jpg]70
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2142.jpg]80
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2143.jpg]80
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2144.jpg]60
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2145.jpg]60
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2147.jpg]50
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2148.jpg]50
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2149.jpg]70
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2150.jpg]60
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2151.jpg]60
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2152.jpg]50
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2153.jpg]50
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2154.jpg]40
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2157.jpg]50
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2158.jpg]40
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2159.jpg]90
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2160.jpg]60
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2161.jpg]60
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2162.jpg]110
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/brasilia/thumbs/thumbs_DSCF2163.jpg]110

Tecle no botão FS para visualizar em tela cheia.

Ponto de Encontro
Posto Frango Assado km 34 da ida e km 41 na volta.

Paradas para descanso
Há várias opções, até Ribeirão Preto encontrarão vários postos da rede Graal, em MG a Rodorede predomina e há outras boas opções de redes menos conhecidas para os paulistas como o JK, 50tão onde de pode parar relaxar e um bom almoço com jeitinho de cozinha mineira.

Para este trajeto escolhemos o ponto de saída do Posto do Frango Assado do km 34 da Rod. dos Bandeirantes, principalmente por que marcamos nossa saída para as 4 da manhã e ali poderiamos tomar um café enquanto aguardavamos o agrupamento.

Não são muitas opções de abastecimento em postos com bandeiras, mas ainda em SP há a rede Graal, mesmo assim conseguimos combustíveis de qualidade em todo trajeto independentemente da marca.

Atenção ao trecho entre Araguari, Catalão até Cristalina, serão mais de 200 kms sem um local de abastecimento, em Araguari encontrará um posto bom logo após o posto rodoviário.

Ao retormar de Brasília, o JK em Uberaba é uma boa opção de parada para abastecer a moto e o piloto.

Restaurantes
Em Brasília não faltam opções, tem características semelhantes à São Paulo. Não deixem de passar na “feirinha” aos finais de semana, aos pés da antena de TV, principamente se você for chegado a provar um pouco de comidas mais típicas como as tortas goianias, ou o pastel aberto que dá água na boca, mas este é um quitute que não tivemos oportunidade de provar e ficará para a próxima com certeza.

Novidade nesta visita foi o La Creperie, onde são servidos crepes de vários sabores e muito bem preparados, leves e de sabor delicado, não é exatamente a opção mais em conta ficando próximo de R$ 40,00/pessoa, mas vale a pena para conhecer.


Situação das estradas

Para chegar à Brasília a rota escolhida compreendia a Rod. dos Bandeirantes, Anhanguera, BR050 e BR040, as rodovias paulistas já são conhecidas pelo excelente estado de conservação, mas ao entrar em Minas já merece uma certa atenção.

Embora sejam pistas simples em quase toda a sua extensão a BR050 e BR040 estão bem conservadas e permite bom ritmo, tomando o devido cuidado nas ultrapassagens de caminhões que aparecem em grande quantidade pelo caminho, mas não chegam a atrapalhar o ritmo já que boa parte de trajeto são de retas de perder de vista, o que dá para ultrapassar com muita segurança, além do que percebemos que a grande maioria do motoristas são muito educados e liberam a passagem sem problemas.

Para quem não conhece o tráfego de Brasília deve ter bastante atenção ao trafegar pela cidade, o transito é rápido, intenso e os costumes locais são bem diferentes dos paulistas. É normal se ver um veículo cruzar 2 ou 3 pistas para uma conversão ou entrar em algum acesso. Não se veem uma profusão de motos pela cidade e que significa que o motorista não está habituado a prestar atenção à estes veículos, portanto a atenção é muito exigida.

O trajeto é muito simples de seguir, siga pela Rod. dos Bandeirantes, Nova Bandeirantes e Anhanguera, não há o que errar já que se trata de uma única reta, oriente-se pelas placas que indicam Uberlância/Uberaba e a partir dai siga as placas para Catalão e Cristalina, caso siga as indicações por Goiânia acabará chegando à Brasília por outro lado, mas o trajeto por Cristalina foi escolhido desta vez e não nos arrependemos pela opção devido ao excelente estado de conservação das estradas em quase todo o percurso.

Atenção ao retornar, ao entrar em Uberlândia há uma placa indicando “São Paulo / Uberaba” e “Uberlândia / Centro” siga em frente seguindo a orientação para o Centro, por este caminho estará economizando pelo menos 30kms.

Comments are closed