MG – Monte Sião

Motivado por um artigo em uma revista, resolvemos dedicar um dia para conhecer a cidade de Monte Sião, o que não esperavamos foi encontrar uma cidade extremamente cheia movimentada pelo comércio local de malhas, tanto que tivemos dificuldade de encontrar um lugar para comer, por que os poucos restaurantes tinham grandes filas de espera à porta.

Voltando ao objetivo do passeio, esta pequena cidade mais parece um shopping a céu aberto, encontrando lojas e lojas de malhas e tricot, mas olhando com atenção encontrará belas praças, igrejas e até um pequeno museo onde nos surpreendemos ao ver o quanto as coisas evoluiram em menos de um século ou até mesmo em algumas décadas de maneira exponencial.

Ao Sul do estado de Minas Gerais, a cidade conhecida pelas malhas, tem clima agradável, paisagens deslumbrantes, pesqueiros, fontes de água mineral, bons hotéis e restaurantes que servem a famosa comida mineira e o calendário de eventos como: Festa à Fantasia, Carnaval, Motocross, Festa do Peão, Festa Italiana, Encontro de Bandas e a Festa de Nossa Senhora da Medalha, a cidade lhe proporciona compras e turismo o ano inteiro.

Pela distância de São Paulo, boas estradas, Monte Sião é uma boa opção de passeio, melhor ainda se estiver a procura de malhas com preço muito atrativo, mas se não estiver ainda assim poderá curtir um excelente passeio, mas aviso, não tenha nenhuma pretenção gastronômica.


Monte Sião

[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2181.jpg]910
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2182.jpg]700
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2183.jpg]680
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2184.jpg]680
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2186.jpg]560
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2187.jpg]550
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2188.jpg]530
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2190.jpg]500
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2191.jpg]500
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2192.jpg]530
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2193.jpg]490
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2194.jpg]450
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2195.jpg]440
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2196.jpg]430
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2198.jpg]470
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2202.jpg]540
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2203.jpg]520
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2204.jpg]520
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2205.jpg]530
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2206.jpg]460
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2207.jpg]430
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2208.jpg]410
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2209.jpg]400
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2210.jpg]420
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2211.jpg]470
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2212.jpg]490
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2213.jpg]520
[img src=http://www.passeiodemoto.net.br/wordpress/wp-content/flagallery/monte-siao/thumbs/thumbs_dscf2214.jpg]510

Tecle no botão FS para visualizar em tela cheia.

Ponto de Encontro
Embora o caminho mais lógico para Monte Sião seja pela Rod. Fernão Dias, decidimos seguir pela Rod.dos Bandeirante, alcançando nosso destino por traz, portanto entre várias e boas opções da Rod. dos Bandeirantes optamos pelo Posto do Frango Assado do km 34, onde pudemos aguardar o agrupamento tomando um café com pão na chapa.

Paradas para descanso
São poucas as alternativas de parada neste trajeto caso queria fazer um pit-stop no meio do caminho, sobrando um ou outro posto meramente para esticar as pernas.

Retornando pela Rod. Anhanguera o máximo que se consegue é o Posto Lago Azul no km 61, mesmo assim já terá rodado 130 kms desde Monte Sião.


<center

Situação das estradas

Não há o que dizer sobre a qualidade das rodovias escolhidas neste trajeto, Rod. dos Bandeirantes, SP-147, Anhanguera todas em excelentes estado de conservação, no entanto a Rod. dos Bandeirantes tem transito bastante intenso nas proximidades de São Paulo e Jundiaí sendo normal enfrentar algum congestionamento nos finais de tarde.

Siga pela Rod. dos Bandeirantes, até atingir a Rod. D. Pedro e pegue a saída para Holambra, à altura de Mogi Mirim siga as orientações para Itapira / Lindóia, siga sempre em frente até que em Lindóia pegará à esquerda para Águas de Lindóia e dela para Monte Sião é um pulinho, muita atenção neste trajeto que há lombadas praticamente a cada 200 metros o que torna o percurso cansativo, principalmente quando há onibus de excursão à frente deixando ainda mais moroso.

Comments are closed